Número total de visualizações de página

27 de dezembro de 2012

Contemplação dos sinos

...Toby atribuía aos Sinos um carácter estranho e solene. Eram tão misteriosos, ouviam-se com tanta frequência sem jamais se verem, achavam-se suspensos lá tão no alto, tão distantes, tão cheios de melancolia que ele os contemplava com uma espécie de temor respeitoso.
 
 
Ilustração de Aki
Em resumo, os sinos ressoavam-lhe constantemente nos ouvidos e ocupavam-lhe o pensamento, mas sempre os tivera na melhor consideração.
 

Charles Dickens, "Os Carrilhões", in Contos de Natal

Sem comentários:

Enviar um comentário