Número total de visualizações de página

4 de abril de 2012

Talvez de noite

Ilustração de Catrin Welz-Stein
Não abras a porta,
se for o sublime diz que não estou,
já temos palavras de mais, sentimentos de mais.


A glicínia não floriu este ano,
antes floria à volta de tudo
o que resta de azul à nossa volta,
envelheceu, anima-a só o desejo de voltar a casa, de ser uma casa.


Manuel António Pina, in Como se desenha uma casa

Sem comentários:

Enviar um comentário