Número total de visualizações de página

15 de julho de 2014

Deus é a nossa mulher-a-dias

Ilustração de Daltr Onde
Deus é a nossa
mulher-a-dias
que nos dá prendas
que deitamos fora
como a vida
porque achamos
que não presta


Deus é a nossa
mulher-a-dias
que nos dá prendas
que deitamos fora
como a fé
porque achamos
que é pirosa

Adília Lopes, in Verbo, Deus como interrogação na poesia portuguesa, Assírio&Alvim, 2014, p. 195