Número total de visualizações de página

12 de outubro de 2013

O desejo e o acidental

O que amas, verdadeiramente, fica para ti.
Não se sabe o que se deseja, quando se quer fixar o acidental - sobre o amor.
O acidental deseja-se acidentalmente.



Ilustração de Daniela Tieni 


in Fragmentos de Novalis (seleção, tradução e desenhos de Rui Chafes), 


Assírio & Alvim, 2000, 2ª ed., p.21

Sem comentários:

Enviar um comentário