Número total de visualizações de página

19 de fevereiro de 2013

O artista e o infinito

Ilustração de Joan Louis


O artista exprime o instinto espiritual da humanidade, traduz a tensão do homem em direcção ao eterno ou a uma qualquer forma de transcendência. A arte transporta em si uma nostalgia do ideal e exprime sempre a sua procura. A música de Bach ou de Vivaldi ecoará para sempre nas falésias de mármore que nos aprisionam e será sempre a nossa única evasão possível. O artista, no seu movimento para o Ideal, perturba a estabilidade de uma sociedade. A sociedade aspira à estabilidade, o artista aspira ao infinito.

 Rui Chafes, "O perfume das buganvílias 19" , in Entre o  céu e a terra, Documenta, 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário