Número total de visualizações de página

22 de outubro de 2012

Sete-Sóis e Sete-Luas abraçados



Ilustrações de António João Santos
e João Rodrigues

















Tu és Sete-Sóis porque vês às claras, tu serás Sete-Luas porque vês às escuras, e, assim, Blimunda, que até aí só se chamava, como sua mãe, de Jesus, ficou sendo Sete-Luas, e bem baptizada estava, que o baptismo foi de padre, não alcunha de qualquer um. Dormiram nessa noite os sóis e as luas abraçados, enquanto as estrelas giravam devagar no céu, Lua onde estás, Sol aonde vais.


                                                                     José Saramago, in Memorial do Convento

Sem comentários:

Enviar um comentário